Menu
Citri proRESI

Serviços

Confinamento técnico em aterro

A BLUEOTTER possui duas unidades de confinamento técnico em aterro, em Setubal e Alenquer, com uma capacidade anual para tratamento de resíduos industriais não perigosos de 130.000 toneladas/ano.

Ler mais

As duas unidades, reconhecidas como de excelência, integram a dimensão ambiental, de segurança e de saúde, em todos os atos da sua gestão, cumprindo toda a legislação aplicável e as melhores práticas disponíveis.

Valorização e Produção de Combustíveis Alternativos

A BLUEOTTER detém duas linhas de produção de CDR (Combustível Derivado de Resíduos), uma em Setúbal e outra Alenquer. Estas linhas têm capacidade de processar 100.000 toneladas/ano.

Ler mais

A valorização de CDR’s permite reduzir o volume de confinamento técnico em aterro, desviando uma fração significativa de resíduos que, pelas suas características, nomeadamente o poder calorifico, poderão ser suscetíveis de uma diferente operação de valorização.

A linha de produção de CDR´s consiste, basicamente, num pré-triturador, com um rigoroso controlo, com separador magnético para remoção dos materiais ferrosos, um separador de ar para separação da fração mais leve e à qual está associada um poder calorífico mais elevado e, por fim, um triturador final (afinador), que garantirá que as dimensões do CDR cumprem o solicitado pelas unidades de valorização energética (fornos de cimenteiras, caldeiras, entre outros), seguido por um outro separador de ferrosos. Há ainda mais um separador de metais à saída dos rejeitados (fração pesada).

Os resultados finais relativamente à qualidade dos CDR´s produzidos estão enquadrados nos níveis mais elevados de qualidade, de acordo com a Norma Portuguesa.

Triagem e Reciclagem

A BLUEOTTER tem, em Setúbal, uma capacidade de armazenamento e de triagem de resíduos de construção e demolição (RCD), bem como de resíduos não perigosos de 150.000 toneladas/ano.

Valorização Orgânica em Biopilha

A BLUEOTTER tem capacidade de tratamento e valorização de orgânicos em Biopilha de 28.000 toneladas/ano, em Setúbal.

Ler mais

O recurso à valorização orgânica em Biopilha é um método ecológico de recuperação ambiental de solos, que apresenta uma relação custo-benefício superior aos meios tradicionais de remoção físico-química dos contaminantes.

As nossas instalações em Setúbal foram as primeiras a desenvolver este projeto inovador a nível nacional, recorrendo a este processo biológico de valorização para resíduos que habitualmente teriam como destino final a deposição em aterro.

A lista dos códigos LER abrangidos pelo alvará de operador de gestão de resíduos n.º 063/2016, do CITRI, relativos à Biopilha, apresenta-se em seguida:

Códigos LER

Valorização Orgânica em Compostagem

A BLUEOTTER tem em desenvolvimento uma moderna e inovadora unidade de tratamento e valorização de resíduos orgânicos por compostagem, em Setúbal, com capacidade de tratamento de 60.000 toneladas/ano.

Ler mais

Esta unidade permitirá obter um composto orgânico de qualidade para aplicação na agricultura. O composto será sujeito a um rigoroso controlo em alinhamento com a atual lei dos fertilizantes.

O início da laboração desta unidade está previsto para o ano de 2019.

Produção de Energias Renováveis

A BLUEOTTER produz Energias Renováveis recorrendo a duas centrais de produção de energia.

Ler mais

Em Alenquer, a central solar é constituída por 450 módulos fotovoltaicos e é utilizada para autoconsumo com o intuito de diminuir a dependência energética das nossas instalações.

A central de produção de energia elétrica a partir de biogás, de Setúbal, tem potência de 1MW.

Investigação, Desenvolvimento e Inovação

A BLUEOTTER pretende contribuir ativamente para a melhoria da qualidade da gestão e gestão ambiental do sector. Neste sentido, a empresa tem em curso projetos internos de inovação e informatização de processos, ao mesmo tempo que desenvolve parcerias com empresas multinacionais que permitem o acesso às tecnologias e metodologias mais avançadas para a preservação do meio ambiente.

Logística

A BLUEOTTER tem meios logísticos de transporte e armazenagem de resíduos, vocacionada principalmente para resíduos sólidos e resíduos orgânicos.

Laboratório

Para prestar serviços de valor acrescentado aos seus clientes, as unidades de Setúbal e Alenquer têm unidades laboratoriais com equipamentos altamente qualificados e profissionais de elevada capacidade técnica e académica, credenciados e possuindo a certificação segundo a Norma 17025.

Ler mais

Os laboratórios têm como principal função a monitorização ambiental, incluindo a caracterização de resíduos para deposição em aterro, lamas efluentes, águas residuais e resíduos de CDRs (Combustível Derivado de Resíduos) para ambas as unidades e prestam serviços a um leque muito variado de clientes externos.